Cientistas estudam transfusão de anticorpos para conter coronavírus


Cientistas americanos estudam um tratamento para conter o novo coronavírus. A ideia é fazer transfusão de plasma entre pacientes já curados e pacientes ainda infectados com a doença.

A iniciativa não tem qualquer relação com a notícia falsa de que hemoterapia poderia prevenir a Covid-19. A pesquisa, no entanto, está em estágio inicial e ainda não há evidências sobre sua eficácia.

Para Florian Kramer, o virologista à frente do projeto da Universidade de Mont Sinai, o tratamento é promissor. Kramer cita ainda um estudo publicado na revista científica Lancet Infectious Diseases que aponta evidências do uso do plasma convalescente no tratamento de SARS, MERS, H1N1 e Ebola.